Je me souviens!


Sempre via esta frase nas placas dos carros e em outros lugares aqui no Québec, na verdade trata-se do lema do Québec, que antes era "La Belle Province", a tradução do primeiro quer dizer "Eu me Lembro", mas me lembro de que?


Conversando com amigos canadenses aqui, descobri o que há por trás do "Je me Souviens", e sinceramente prefiro o lema anterior "La Belle Province", principalmente depois que descobri o motivo do "Je me souviens".


"Lembro-me de que, embora nascido sob a flor-de-Lys (da França) eu cresço sob a rosa (da Inglaterra)". E dentro disso tudo há uma história de guerras, brigas, mágoas e rancores. Em outras palavras, eu me lembro que fui abandonado pela França e escravizado pela Inglaterra. Numa época de disputas entre Inglaterra e França, onde a Inglaterra fez de tudo para acabar com o Francês (a língua), entupindo o Canadá de imigrantes de língua inglesa e separando famílias (pais dos filhos) de imigrantes de língua francesa, e digamos que conseguiu em parte, pois algumas áreas daqui, segundo meu amigo e historiador David (rs) disse, que algumas cidades, nem francês falam mais, apenas um dialeto que os de fora não conseguem entender.


Nesta época houve muita perseguição também por parte da igreja católica por aqui, nesta época a igreja católica mandava mais que o governo e o povo sofreu muito, ruas eram fechadas e adolescentes arrancados de suas casas para ir para a guerra.


Mas o que me impressiona é a mágoa que carrega esta frase, de uma época de sofrimento profundo, mágoa tamanha que até os palavrões por aqui não são aqueles famosos dos estados unidos, como f* ou s* ou m*, os palavrões por aqui são símbolos da igreja católica e religiosos, como (vou escrever em português para não escrever palavrões.. ehheheheheheh), tabernáculo, óstia, sacramento e cálice. Tudo por causa do sofrimento que a igreja católica provocou por aqui.


Creio que toda esta história é digna de ministração de perdão, tando o pedido de perdão como o perdoar, e quem sabe voltar o lema "La Belle Province", pois é bela mesmo, e o povo é muito receptivo e gentil, mas necessitado de graça e perdão.


abraço

Comentários

Luciana disse…
Olá Wellington e família....

Nossa ficou impressionada com o que o Je me souviens realmente significa... Espero que realmente volte a ser La belle province!!!

Um beijo pra toda família....

Ah, vi no seu time line que o pedido do seus exames médicos demoraram quase 06 meses.... o nosso também está demorando mais do que 04 meses que é quando a maioria recebe....estamos na espera
Aninha & Lior disse…
Olá Well,
primeiramente, deixe-me me apresentar: eu me chamo Lior, e juntamente com minha esposa (Ana Paula), estamos no processo de imigração para o Québec (por sinal, nossa entrevista está marcada para daqui semanas...)
Então, sempre que posso dou uma passadinha no blog de vocês, e, quando vi sua última postagem, me lembrei de um artigo que lemos em uma revista de história que compramos quando estivemos aí no começo do ano. Trata-se da revista The Beaver, não sei se você já ouviu falar... e o artigo a que me refiro saiu na edição especial sobre os 400 anos de Quebec.
Colocamos esse artigo no nosso blog... caso você se interesse, dê uma passadinha lá para dar uma olhada (e tomar um café conosco...). Garanto que vale a pena a leitura. É um artigo muito interessante e esclarecedor. Você vai ver que a história que te contaram sobre a origem do "Je me souviens", no fundo é uma "lenda urbana"...
Grande abraço e tudo de bom,
Lior

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Estudando Medicina no Canadá

Desafio da Coruja Vermelha