Lixo


O caminhão do lixo aqui não passa todos os dias como em Brasília (pelo menos onde eu morava, passava todos os dias), passa aqui, duas vezes por semana, uma para recolher lixo reciclável, outra para recolher o lixo orgânico.


Os caminhões que passam aqui na nossa rua são como no Brasil, dois "garis" correndo o tempo todo atrás do lixo e jogando no caminhão, mas há também como no caso abaixo, veja o que é a tecnologia (gravado por nossos amigos QJones e Karina):


(mais uma vez a tecnologia me venceu, foi só o link, mas vale a pena ver)


Não sei se é porque o "lixeiro" demora mais a passar, ou se porque o lixo ficava bem longe de nós aí no Brasil, mas o lixo daqui parece feder mais que o brasileiro.

Uma amiga nossa nos EUA disse que a comida estraga mais rápido por aqui, mas nem levei muito a sério, pois porque isso aconteceria? agora sentindo o cheirinho desagradável podemos até por a culpa neste achismo.


Talvez também por ficar estocando lixo dentro de casa, até que o lixeiro passe, e no inverno a quantidade de vezes que ele passa ainda diminui mais, para uma vez por semana, se não tiver nenhuma tempestade de neve para atrapalhar....


Mas brincando, continuamos a dizer que aqui não neva de jeito nenhum, estou escrevendo este post com antecedência e será programado para ser postado depois, mas hoje dia 05/09/2008 às 23:46 da noite, estou quase derretendo de tanto calor, a sensação térmica passa dos 30 graus. Mas eu sei que ainda vou me arrepender de reclamar do calor.... a seguir cenas dos próximos capítulos.


abraço

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Estudando Medicina no Canadá

Desafio da Coruja Vermelha