H1N1 - Vacinar? A polêmica continua

Já havia postado antes sobre o assunto, veja aqui. Agora a discussão por aqui é tomar ou não tomar a tal vacina H1N1. O "Le Collège" (Colégio dos Médicos do Quebec) aconselham tomar a vacina, vejam o vídeo abaixo em francês.




O problema são as histórias que começam a aparecer, por exemplo, que os efeitos colaterais são maiores que os da gripe comum, que há grande quantidade de mercúrio na vacina, que os próprios médicos e enfermeiros decidiram não tomar.

Creio que é uma questão de oração mesmo, pois se for o que estão falando mesmo, o negócio é "se ficar o bicho pega, se correr o bicho come".

Muitos estão realmente na dúvida se vacinam ou não. Dizem também que a vacina não foi testada como devia ser.

Deixem suas opiniões, creio que é um discussão importante pra gente desenvolver, de repente outras pessoas conhecem médicos que estão por dentro do assunto, e podemos decidir, claro que precisamos depender de Deus nisso também.

abraço

Comentários

Eduardo disse…
Bom, nesse caso tem a sabia decisao do pessoal que faz o curso de ingrês comigo: É de graça!!! hahahahahaha Claro que eu vou tomar! hahahahah
Família Ramos disse…
Essa é uma questão bem complicada. Existem vários fatores que devemos pensar antes de decidir. Por exemplo, qual a vacina que eles estão aplicando? é a que foi desenvolvida na Suíça pelo grupo Novartis ou, se não, onde foi desenvolvida? dizer que o pessoal da saúde daí decidiu não tomar parece exagero, a não ser que tenha uma estatística oficial dizendo que x % do pessoal que trabalha na saúde optou por não tomar a vacina.
Além do quê, sempre tem aquelas "lendas urbanas" sobre uma vacina nova.
Lembro que quando começou a vacina para gripe comum no Brasil para idosos correram vários boatos, entre eles que era uma "maneira do governo diminuir os gastos com aposentadorias, pois a vaina serviria para matar os idosos". Vê se pode??!!

Se a vacina for a da Novartis ou do Sanofi-Aventis, eu tomaria tranquilamente. São laboratórios que sempre me passaram confiança e qualidade.

Abraços,
Alessander
Também estou sem dormir direito a noite tentando decidir o que é melhor pra nossa família.
Acho que vamos acabar vacinando, e rezar pra nada ruim acontecer.
Boa sorte pra todos nós!
ALLO!
Sou de Curitiba e, nossa cidade foi uma das mais afetadas na época do ápice da epidemia.
Suspenderam o retorno às aulas (férias julho) por 01 mês quase e, algumas igrejas tiveram cultos e serviços suspensos.
Como aqui não teve vacina (pior do que aí, pois não havia saída MESMO), a nossa saída foi a melhor de todas: orar e esperar os dias passarem.
Graças a Deus, não nos aconteceu nada. Mas tive alguns amigos infectados, porém a alarme era tão grande aqui na cidade (maior que a realidade, por sinal), que eles foram imediatamente aos hospitais especialistas, tomaram o tal do TAMIFLU e se recuperaram.
Aqui, nos passaram as seguintes recomendações:
1 - A gripe mata sim! Porém apenas quem tem saúde já debilitada ou não buscou ajuda quando apareceram os sintomas.
2 - Quem não está infectado, não adianta usar máscaras pois o ar que não é "reciclado" age de forma prejudicial. Quem tem que usar a máscara são
3 - Evitar lugares aglomerados
4 - Ter as mãos sempre limpas e higienizadas
e o principal:
4 - Orar para que nada aconteça.
Abraço
Thales
Taty disse…
Nossa gente, pelo amor né.... se o vírus é tenso, mata um monte de gente, desenvolvem uma vacina.. é claro que não é pra ferrar com ninguem e sim ajudar... acho absurdo não tomar.... ainda mais eu que tenho anemia (genética), que seria grupo de risco, tomaria tranquilamente... eu me dei bem nesse ano pq vou ter "dois" verões (um na europa e outro no brasil) mas quando tiver a vacina no BR, ainda mais produzida pelo Instituto Butantã eu vou tomar fácil....

Eu tomo todas as vacinas... hepatite, febre amarela... etc etc... ainda mais com a vida que levamos hj... metro, busão, avião.. é fácil pegar qq coisa.... bom, fica minha opinião....

Taty
Wellington disse…
o problema é que temos casos de médicos deizendo que não vão vacinar por duvidar da eficiencia da vacina... e não ter sido testada o suficiente... A questão é: vacinar vai me proteger ou me expor ainda mais?

Eduardo, de graça até injeção na testa né? hehehehehehe
Simone disse…
Tomei a vacina aqui em Vancouver quinta feira, hoje é domingo e estou super bem, nao tive nada. Creio em Deus acima de tudo orei e resolvi tomar.
Wellington disse…
Estive nos EUA este final de semana e o povo de lá também não está querendo tomar, algumas pessoas famosas que tomaram passaram bem mal... mas como disse a Simone, devemos mesmo é orar... mesmo que não tivesse toda polêmica esse seria o melhor caminho...
abraço
Wellington disse…
e para ajudar (ou atrapalhar) ainda mais a decisão, vejam este vídeo
http://www.youtube.com/watch?v=P33L_6vGRBI&feature=related
Taty disse…
ai, eu vi o video.... vou te falar que sempre irão existir essas teorias de conspiração, como por exemplo que a Aids era só pra matar os africanos e que eles perderam o controle...

eu acho difícil os médicos tratarem algo que não é de verdade, ou que é como uma gripe normal....

beijocas
Camila disse…
Nos aqui em casa iremos nos vacinar. Primeiro pq o medicamento (Tamiflu) deve ser ministrado nas primeiras 24 hs dos sintomas e vcs sabem que nao é sempre que procuramos um hospital por causa de uma gripe. Se procurarmos, acho que os hospitais estarão um caos e nao seremos atendidos prontamente. Segundo pq esta vacina foi aprovada pelos orgaos reguladores e devemos confiar neles. No mais, lendas urbanas sobre vacinas é o que mais tem, os naturalistas, holisticos e cia nao se vacinam e divulgam os relatos. Reações depois de vacinas sao normais em todos nos...
Recomendo tb para as meninas a vacinação Hpv que é contra o Papiloma virus, 3 doses que é dado nas escolas e muitos imigrantes perdem porque chegam depois do periodo indicado. Podemos procurar o CLSC e pedir a atualização ( no cartao aparece como Gardasil). Essa vacina custa 500,00 cada dose no Brasil e como bem disse o Eduardo: aqui é de graça. :)
Ah, nao adianta so vacinar nao, o mais importante é rezar e nao ficar de imunidade baixa.
bj e bom inverno para nos.
Camila
Wellington disse…
mas numa coisa convenhamos, a tal gripe aviária não deu em nada....
mas gostei do comentário da Camila.

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Desafio da Coruja Vermelha

Estudando Medicina no Canadá