Precisando de médico? senta...


Pelos relatos anteriores, vocês podem notar que esperamos bastante numa emergência de hospital por aqui, em média de 10 a 12 horas, alguns tem mais sorte. A Suzel estava conversando com nossa amiga Andreia de Granby, e ela disse que temos que ter no carro o kit hospital, que compreende: Travesseiro, cobertor, algum tipo de comida como salgadinhos, sucos e eu acrescentaria ainda um video-game do tipo portátil, ou um livro, a bíblia seria uma boa, dá pra ler bastante.

Mas não pense que você vai esperar apenas na emergência, se precisar de uma consulta ou de um exame, senta (ou deita) e espera.

Já fiz aqui uma ressonância magnética, e tive que esperar módicos 6 meses para ser atendido e fazer o exame. A Suzel mesmo marcou hoje um exame para o dis 22 de fevereiro e a consulta para o resultado do exame para 22 de março.

Da primeira vez que ela precisou fazer este exame, estava marcado para novembro, mas como minha esposinha linda do meu coração é muito inteligente, foi no hospital pessoalmente e perguntou se tinha uma lista de desistência, colocou o nominho lá e conseguiu o exame para 1 mês depois. Fica a dica.

Então, para quem estava acostumado a marcar uma consulta ou exame para a semana seguinte no Brasil ou ficar esperando de 1 a 2 horas para ser atendido em hospitais particulares (que aqui não tem), com seu plano de saúde, vai pensando no que vai ter que passar aqui quando precisar.

Mulheres sofrem mais por alguns motivos: 1) Exame mensal no ginecologista? não vai dar não... 2) para as grávida fazer ultracom todo mês ou quando quiser? pode tirar o cavalinho da chuva, no máximo quatro durante a gestação. 3) Para as grávidas que estão acostumadas com o médico, chamando de mãezinha pra cá e pra lá, vai ser difícil pois aqui eles não ganham por procução e são apenas profissionais, às vezes até grossos, e para uma grávida que está bem sensível é o fim do mundo.

Pelo que tenho visto isso aqui é o padrão, mas pode ser que você seja agraciado com alguma coisa diferente. Mas melhor esperar isso e ter uma suspresa depois, do que vir achando que aqui é o paraíso e se decepcionar.

País de primeiro mundo meus amigos.

abraço

Comentários

Tatiana disse…
é, eu já sabia dessas coisas, minha amiga quebequoise me falava (fala) sempre. Mas acho tb que eles estão precisando de médicos (québec) e não facilitam a integração do profissional rapidamente (tem mil e uma burocracias etc) e aí o serviço cai. Mas se formos comparar com os hospitais públicos daqui do Brasil........ aí muda de figura heheh
kkkkkkkkkkkkkkkkk
OTIMO post, pura verdade!
Nós que já precisamos é que sabemos o "quanto" demora!
Erika e Reuel disse…
nossa vida!!!que tristeza!!
quero entender mt bem esse lance da gravidez ai!! meio complicado hein!

mas a gente conversa melhor!!
bjao pra todos!
Taty disse…
ah, é por isso que eu vou manter meu plano aqui no brasil... quando vier de férias, além de matar saudade da familia será uma batelada de médicos e exames....

agora... consulta mensal no gineco?? eu nunca fui mensalmente hua hua hua
Wellington disse…
hehehehehhe... é verdade Taty, mas ainda bem que eu não sei né? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
obrigado pelos comentários
P disse…
engraçado como nem tudo tem os mesmos parâmetros...
:-/

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Desafio da Coruja Vermelha

Estudando Medicina no Canadá