2 Anos de Canadá - Geral


Hoje fazem 2 anos que estamos no Canadá. No geral estamos satisfeitos com a mudança, pois no mínimo serviu para nos conhecermos melhor e pude me conhecendo melhor, buscar crescimento em todas as áreas da minha vida, e isso não tem preço. Ainda tenho minhas dificuldades por aqui, não é fácil, mas estou feliz com a garra da Suzel e das crianças e isso me deu muita base, sem falar que pude ver a mão de Deus agindo em todas as coisas. Segue um pequeno balanço baseado no post de 1 ano:

Frio
Tiramos de letra, acho que passaram tanto medo na gente que até hoje estamos esperando o inverno rigoroso, o chato é so verglas e o sol se pondo às 16:30; Nosso segundo inverno foi ainda mais fácil, mas temos visto o quanto o clima tem mudado pois até mesmo os canadenses disseram que não é bem assim que acontece, nos EUA nevou em um dia o que aqui nevou no inverno inteiro praticamente.

Emprego
Com a crise as vagas cairam um pouco, mas ainda vemos muitas vagas nos jornais, sites e nas redes de relacionamento, tem que saber procurar, aconselho ler o blog do Rogério e Luciane que tem uns tópicos bem legais sobre emprego. Há muitas vagas disponíveis, mas é preciso saber acessá-las, muitos te descartam por não ter experiência canadense, então é interessante para alguns procurar estágios não remunerados para ter esta primeira experiência.

Moradia
Somos suspeitos, mas amamos onde moramos, LaSalle, principalmente pra nós que temos crianças. Achamos com facilidade médico de família, Escola boa, esporte para as crianças e tem muito comércio. Para quem está chegando geralmente é mais complicado, alguns lugares (poucos) exigem emprego, etc. Mas o mais importante é ter onde ficar nos primeiros meses e ter tempo para procurar algo se agrade verdadeiramente, sobre lugares provisórios deem uma olhada neste post que pode ajudar

Língua
As crianças já estão fluentes, mas nós ainda temos um pouco de dificuldade, conseguimos nos comunicar bem, mas ainda falta fluência, o problema é que em Montreal falamos o bilinguismo e temos que aprender (ou adaptar) em duas línguas, e para nós que temos família ainda conversamos bastante em português em casa.

Transporte
Funciona maravilhosamente bem, a integração ônibus/metrô é muito boa e barata (70$ por mês). o Transito às vezes é que é chato para quem tem carro. Para quem mora fora da ilha este valor é mais alto, não me lembro o valor, mas supera os 100$.

Conforto
Não temos aqui muitos confortos que tínhamos no Brasil (arrumadeira, faxineira, lavadeira), quanto mais "eiras" você tiver, mais difícil será aqui, e é o que faz a vida aqui ser corrida. Esta continua sendo uma verdade e mesmo ganhando bem por aqui, será sempre uma realidade, há facilidades e produtos, mas a ralação continua se quiser ter uma casa limpa é claro... hehehehehehehhe

Adaptação
No primeiro ano escrevi o seguinte:
Neste 1 ano que estamos aqui, podemos ver que não dá pra viver a experiência do outro, sempre um caso é particularmente diferente do outro, alguns se adaptam maravilhosamente bem, no outro extremo é um desastre total. Nós estamos nos adaptando bem, mas não tem sido fácil.
Continuo com a mesma idéia, não é fácil.

As crianças se adaptaram bem, mas sentem muita falta dos amigos no Brasil. Nós estamos sentindo muita falta da igreja, mas sempre estamos em contato com o voip. Ainda morrendo de saudades, pois não voltamos ao Brasil desde que chegamos, as passagens são bem caras e ainda com 4 na família, mas recebemos visitas maravilhosas e nos deu novo ânimo, e mais visitas estão por vir.

Para quem tem criança pequena ainda, creio que é mais difícil mesmo, procurar garderie, insegurança, etc, ainda uma verdade, garderie ainda é difícil de se achar uma boa.

Agradecemos aos nossos parentes, amigos, aos nossos irmãos que tem nos coberto em oração e todos àqueles que estão torcendo por nós aqui. Àqueles que nos receberam muito bem aqui, Rogério e Luciane, David e Ana Cláudia, aos amigos que fizemos aqui, Alex e Roberta, Sônia (que já estão longe) e muitos outros de Toronto, Ville de Québec, Gatineau, Laval, Boston, Leominster e por aí vai, Cada um de todos que deixamos e conhecemos aqui tem um lugar super especial no nosso coração. Os agradecimentos continuam os mesmos, é incrível como os amigos, são amigos mesmo.

Balanço geral positivo pra nós, graças a Deus, aos amigos que nos cobrem em oração, à parte igreja que ficou e à parte que está nascendo aqui, Deus é bom! Em mais dois anos teremos nossa cidadania canadense.

abraço

E Paulo ficou dois anos inteiros na sua própria habitação que alugara, e recebia todos quantos vinham vê-lo; Atos 28:30

Comentários

P disse…
bom que é positivo!
:)
agora é no turning back. melhor e melhor cada vez mais!
Patitando disse…
Olá Well, parabéns pelos dois anos. Quanto mais o tempo passa, mais etapas vocês vencem na adaptação deste processo de imigração...

Desejo muito sucesso e muitas benção de Deus para vocês.

Abraço!
Jean Michel disse…
Ainda está longe, mas... a parte que já me preocupa é a igreja...
Bea disse…
Parabéns pessoal!!!
Muito bom ver que o balanço desses 2 anos é positivo. Muita felicidade pra vcs, muitas conquistas e saúde para os próximos anos!!!

Abraços!
Tissy disse…
Olá, irmãos!

Bom ver o cuidado de Deus na vida de vcs em diversas áreas! Muito coisa boa pra contar, muito aprendizado na estrada...Igreja faz muita falta mesmo, é um superapoio quando a gente tem os irmãos por perto. Mas num deu pra achar uma igreja por aí? Qual vcs frequentavam em Brasília?...E outra curiosidade, como é abertura das pessoas para as boas novas por aí?...como é ser luz e calor nas terras geladas?...Um grande abraço pra vcs, queridos, que a boa mão do senhor continue abençoando e usando vcs como instrumentos Dele na vida de outros. Parabéns!

Tissy e Jean
searacanada
elisangela disse…
Wellington e Suzel, venho acompanhando já faz algum tempo a jornada de vcs, sei que este sonho não é facil, estamos sempre procurando algo melhor para nossas famílias e vários fatores que ocorrem em nosso país fazem com que tomamos a decisão em deixá-lo...admiro a garra e a força de vcs que as bençãos do céu sempre os guie e proteja! um abraço Elys!
Flavio Freitas disse…
Está na hora de trocar a foto do banner! :-)
merciquebec disse…
oi pessoal! ótima reflexão! vejo que o cuidado de Deus a cada momento no post de vcs. Que continue assim. E que venham mais conquistas nos próximos anos. bjokas. ótimo final de semana. elen
Rafaela disse…
Oiiii
Como vcs estão?
Estamos com saudades de vcs!
Amei ler esta análise de vocês do tempo que estão no Canadá. Isso é muito importante principalmente para aqueles que têm pensado em mudar.
A receptividade de vocês comigo e com o Bruno foi algo abençoador! E por isso somos gratos a Deus!
Que Deus continue abençoando vcs e orientando seus passos.
Sobre a nossa ida, eu tenho orado, pois me desanimei um pouco. O fato de ficar longe daqueles que amamos não é fácil e tem pesado sobre mim. Engraçado que eu sempre fui mais tranquila que o Bruno neste aspecto e nunca pensei que isso fosse falar tão alto. O coração aperta tanto só de imaginar. Tenho pedido a Deus pra Ele falar aos nossos corações! Procuro conversar com pessoas que moram longe dos parentes e amigos pra ver se consigo me acostumar com a ideia. Mas, ao mesmo tempo, eu não quero mais morar onde moramos. Não aguento mais esta violência e realidade tão dura! Peço a vcs que orem por nós! Precisamos da orientação de Deus! Por favor, não aprove este comentário no blog, tá?
Saudades de todos e parabéns atrasado pra Lulu!
Rafaela - Rio

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Desafio da Coruja Vermelha

Estudando Medicina no Canadá