Imigrantes ilegais voltando do Canadá

Numa recente reportagem da Globo falando o Canadá, eu e alguns amigos, achamos bem claro um sutil incentivo à imigração ilegal.

Um dos vídeos é este abaixo (alguém me ajuda a por vídeo aqui que eu não sei.... rs... vai de link mesmo), onde parecem haver algumas mentiras, ainda mais para nós que tivemos um trabalhão para conseguir o visto, ouvir alguém dizer que qualquer um pode ter o visto de trabalho qualificado... e o diploma de terceiro grau? e outros itens da pontuação?


clique aqui para ver o vídeo

Creio que para nós imigrantes legais, do qual sofremos, suamos e sofremos de novo, pelo visto de imigrante, é uma afronta...

Então deixo aqui minha contribuição contra a imigração ilegal, mostrando esta reportagem abaixo de Portugal, onde até nossos patrícios estão sendo enviados de volta para a Europa (não estranhem os termos do português de portugal).


Emigrantes expulsos do Canadá começaram a chegar a Portugal
Gustavo Machado.


Chegaram, ontem, à cidade do Porto, as primeiras famílias portuguesas, que, estando indocumentadas, se viram obrigadas pelo Governo canadiano a abandonar o país. Depois de no passado dia 17 terem sido informados que não poderiam continuar no território, as horas foram poucas para "arrumar" toda uma vida e voltar para Portugal. A situação dos imigrantes no Canadá começou a complicar-se quando, em Janeiro deste ano, o governo mudou, havendo um notório endurecimento na aplicação das leis. Assim, todos os imigrantes que estejam ilegais no país, independentemente de estar ou não a trabalhar, vêem terminar os seus dias no Canadá. Muitos dos indocumentados usavam uma lacuna na lei para conseguirem viver no país. Enquanto não eram chamados perante o juiz de imigração, conseguiam um visto de residência temporária, podendo trabalhar nesse período. Alegando já estarem integrados na sociedade canadiana, o apelo à compaixão humanitária era a "arma" que estes imigrantes utilizavam para tentar combater a rejeição de asilo por parte do juiz. Ainda não se sabe ao certo quantos são os portugueses nesta situação precária, mas a verdade é que alguns já começaram a regressar ao nosso país. Sábado, foi a vez de dois emigrantes voltarem para os Açores. Em declarações à agência Lusa, a directora regional das Comunidades, Alzira Silva, assegurou que estes dois homens "estavam legais no Canadá", mas as autoridades não lhes renovaram as autorizações de residência.Lamentam a falta de apoioMais complicado é o caso das famílias que chegaram ontem de manhã ao aeroporto Francisco Sá Carneiro. Sem documentos, tiveram pouco mais de uma semana para sair do território. Elizabete Ferreira vivia com a sua família, no Canadá, há quase sete anos. Lamenta o facto de não ter tido "apoio nenhum" e de ter deixado "para trás toda a sua vida". Os filhos de Elisabete, Licínio e Alicia, estavam também visivelmente descontentes com o regresso ao país natal. O filho mais velho da família Ferreira trabalhou, nos últimos tempos, na construção civil. "80% ou 90% dos meus colegas de trabalho estão na mesma situação que eu. Se vierem todos embora, a economia do país não vai aguentar", comenta. Alicia, por sua vez, já só pensa em voltar para o Canadá, uma vez que estava quase a terminar o curso técnico-profissional de educadora de infância. Hoje de manhã está prevista a chegada de mais duas famílias, desta vez a Lisboa.

Comentários

Olá! O blog está lindo, parabéns!
Adicionamos no nosso, ok?
Que o Senhor abençoe vcs!

abs,
Michelle
Rodrigo disse…
APOIADÍSSIMO...
Também acho que a reportagem foi tendenciosa e que a legalidade é importantíssima para a permanência em qualquer país.
Ainda mais, acho que para os que têm conhecimento do processo legal e não o fazem, isso revela um traço de caráter!

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Desafio da Coruja Vermelha

Estudando Medicina no Canadá