Processo de Imigração - Quebec

Pelo que parece o processo de imigração do Quebec que é (era) relativamente mais fácil devido a pouca exigência do francês (será?, no princípio pediam 150 horas) está caminhando para ser parecido com o processo federal.

Como sabemos o processo federal não necessita de entrevista, mas você tem que comprovar o nível de língua e 99% das vezes eles pedem o IELTS para comprovar, o critério é bem objetivo por meio de pontos e aceita agora poucas profissões.

O Processo de Quebec agora está pedindo, pelo menos dos últimos que soube que enviaram a demanda, a prova do TCF (veja no link o livro).


Esta prova ainda não entendi bem, mas parece ser apenas oral, não há parte escrita e é ministrada pela (ou na) Aliança Francesa, como os exames do DELF.

Um amigo que mandou a demanda pro ministério do Quebec, recebeu correspondência exigindo em 150 dias a tal prova de CIEP e CCIP que parece ser a mesma do TCF, mesmo comprovando estar no oitavo semestre da Aliança, se alguém sabe exatamente do que se tratam essas provas deixem um comentário aí pra nós, para informar os futuros imigrantes.

Outra fonte disse que esta prova vai substituir gradualmente a entrevista, ou seja, vai ficar igual o processo federal.

O ruim de não ter a entrevista é que a parte subjetiva da imigração do Quebec, que é os pontos que são ganhos na adaptabilidade, vão ser avaliados somente por papéis, e o entrevistado não poderá provar com o jogo de cintura, com o projeto e toda emoção que pode somar no Quebec. Tudo será analisado por papéis.

Mas por enquanto são boatos, mas pelos indícios atuais, estes boatos tem grande chance de se tornarem verdadeiros.

Outra coisa que o escritório de imigração deve ter descoberto e nós já sabíamos a muito tempo, é que as aulas da Aliança não são assim aquela brastemp quando se trata de conversação, bom mesmo é o professor Marcos... heheheheheh

abraço

Comentários

Bea disse…
Oi pessoal,

olha, pelo que sei, essa coisa do TCF é só para quem escolhe não fazer entrevista.
Parece que agora quando você faz o seu demande, vc pode escolher entre entrevista ou prova, mandando junto com a papelada o certificado TCF, que é uma prova especialmente para o Quèbec.
Se o sistema vai mudar mesmo, não se sabe ao certo, mas eu acho meio difícil. Tem funcionado assim faz tempo né, e como vc disse no post, se eles sabem que a Aliança Francesa não é essa coca-cola toda, pq exigiriam muito mais do que podemos comprovar?
Tanto que no demande, vc coloca o seu nível de acordo com o que vc realmente sabe. Nós colocamos nível 2 - débutant, pq sabíamos que só chegaríamos até aí até a data da nossa entrevista. E pelo que vi nos relatos de entrevistas, nenhum dos entrevistadores exigiu mais do que o nível que as pessoas preencheram no demande.
Acho que exigir só uma prova realmente não comprova sua capacidade de adaptação e muito menos seu interesse em imigrar, pois com a entrevista é que podemos mostrar o quão preparados estamos através de toda a nossa pesquisa não é mesmo?
Não sei, mas de repente se mudar, vai ser por motivo de não querer 'bancar' os entrevistadores durante o ano inteiro por aqui, nas várias cidades :p

[]s
Bia
Tatiana disse…
Eu não sei muito sobre esse novos rumos no processo de imigração... mas quanto ao TCF, no caso esse é para o Quebec, como achei nesse link - http://www.aliancafrancesa.com.br/exames/exames_tcf.htm - e somente pessoas que estão no processo de imigração pode fazer a prova.
E pelo visto é só oral (écoute e oral)
Esse teste tb é pedido para entrar numa universidade (um estrangeiro) - creio que essa regra muda quando se é imigrante (quebec) - mas enfim, acho que vale a pena esse teste.
Com certeza a Aliança não é aqeula Brastemp e com certeza há uma diferença entre as filiais, não há um padrão, até porque cada professor ensina de forma diferente.
Graças a Deus eu tive a oportunidade de estudar o francês em Montréal por 7 meses. Eu não sei como comparar pq eu só fiz a Aliança em 99 e um semestre só, mas sei que o livro que eles usam é o Grammaire Progressive du Français, que é um bom livro, mas n é o único, há outros super bonstb, eu comprei vários lá, e depois nunca é igual mesmo quando a gente vive no lugar né?!?!? Mas enfim, acho que quando tem que ser acontece, independente de qualquer mudança no processo :)
Bom domingo!
Tatiana
(www.tiesoflove.net)
Well,

vou tentar explicar o que entendi disso tudo e ver se te ajuda...

O BIQ-SP está dando a oportunidade de alguns candidatos apresentarem o TCF-Q. Isso ocorre apenas para aqueles que tem pontos suficientes para serem aprovados sem que se leve em consideração os pontos de Adaptabilidade.

O canditato escolhe se quer fazer a prova ou não. Tem apenas que avisar o BIQ no prazo que informam...A nota necessária também é informada pelo BIQ...

Caso o candidato não consiga os pontos, ele será convocado para a entrevista, provavelmente na seção seguinte... Tem-se, aí, um pequeno atraso...

Ajudei? Abraços,

Marcos
rodrigosander disse…
Olá pessoal, primeiro gostaria de agradecer muito por tudo que tem compartilhado conosco, os que ainda não foram, e parabenizar-lhes pelo conteúdo do blog. Um detalhe me chamou atenção, já que estou no momento pré-entrevista, o santo professor Marcos... Vocês ainda tem o contato dele? Preciso muito que ele opere um milagre ... risos... Um grande abraço.
JSP disse…
Opa Well,

Fiz essa prova do TCF e já recebi o CSQ pelo correio (sem entrevista).
Só foi compreensão e expressão oral.

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Desafio da Coruja Vermelha

Estudando Medicina no Canadá