Imigração - Pra Onde? - Adaptação


Esta semana conversando com o casal Dmitri e Andréia, eles me falaram de todo apoio que estão recebendo na cidadezinha chamada Granby (que já comentei sobre ela aqui), até moradia estão procurando para eles.

Mas trata-se de uma cidadezinha bem pequena, sem muita agitação (aliás quase nenhuma), o que pode ser bom e ruim, depende de cada pessoa, pois cada um tem um ritmo diferente.

Quando você faz o curso de emprego aqui em Montreal, sempre vem uma pessoa falar sobre a regionalização, que na verdade é alguém te tentando convencer a ir para cidades menores. E os argumentos são fortes. Pagam parte da mudança até! e outras coisas mais.

Já vi muita gente falando das cidades pequenas, negativamente, que não tem emprego, etc, mas tenho visto estas pequenas cidades se empenhando mais para conseguir os imigrantes que precisa.

Mas creio que isso depende de muitos fatores, cada um tem uma adaptabilidade diferente, que varia muito, então brincando vejam a fórmula que criei: heheheheheh


Fatores:

  • Estado Civil = EC
  • Filhos = FI
  • Idade = ID
  • Capacidade Financeira = CF
  • Profissão = PR
  • Confortabilidade (rs) = CO
  • Cidade Escolhida = CE
  • Relação Familiar = RF

Discriminação dos Fatores:


EC - O estado civil pode influenciar sim na adaptação, geralmente pessoas solteiras preferem e tem tendência a ficar em cidades maiores como Montréal, se deslumbram mais com as facilidades da cidade grande e querem manter o nível social (balada... kkkk) como no Brasil. Os casais "geralmente" são mais quietos mesmo.

FI - Quem tem filhos, sempre tem uma maior preocupação com eles do que consigo mesmo.

ID - A idade influencia muito, como disse, pessoas mais jovens que geralmente são solteiros preferem mais agitação, mas há casais muito jovens também.

CF - Muitos já dizem e concordo, quanto mais dinheiro você trouxer, mais fácil será a adaptação, tanto por ter mais tranquilidade de poder estudar mais um pouco antes de entrar no mercado de trabalho e mais tempo para "ficar desempregado", sem aquela pressão do desconhecido pegando no pé no início de uma mudança tão radical.

PR - Algumas profissões tem mais oferta que outras aqui, então alguns terão mais facilidade em encontrar emprego que outros.

CO - Quanto maior seu nível de conforto no Brasil, mais dificuldade terá aqui, um amigo disse que quanto mais EIRAS você tiver no Brasil, mais dificuldade terá aqui, afinal faz muita falta uma arrumadEIRA, fachinEIRA, lavadEIRA, passadEIRA, etc.

CE - A cidade escolhida pode influenciar muito na sua adaptação, por exemplo você escolher uma cidade que não há oferta para a profissão que você tem, pode ser um problema, e já vi muita gente, muita mesmo, indo pra cidade X por causa da experiência da pessoa Y do blog XY e quebrando a cara.

RF - Essa é dureza, muitos tem uma relação familiar muito próxima, alguns até exageradamente, e quando se mudam para longe desses queridos, sofrem muito, mas muito mesmo a ponto de terem depressão, imagina juntar isso com o inverno!

Pontos:
  • EC = Solteiro = 1 ponto - Casado = 3 pontos
  • FI = Filhos 0-5 = 1 ponto - 6 em diante = 3 pontos (se você tem 2 filhos e 1 deles tem menos de 5 anos, ele será usado como padrão), casal sem filhos = 5 pontos.
  • ID = Idade: Até 30 = 1 ponto - mais de 30 = 3 pontos
  • CF = 1 ponto para cada 5.000 dólares trazidos + 1 pontos para cada 500 dólares de renda (por exemplo aluguel no Brasil) ainda no Brasil.
  • PR = Profissão: Em demanda = 5 pontos - demanda média = 3 pontos - pouca demanda = 1 ponto (infelizmente não tenho a lista das profissões em demanda atualizada (alguém tem?)
  • CO = Confortabilidade: Não tinha empregada ou faxineira (qualquer EIRA) no Brasil = 0 ponto - para cada "EIRA" que tiver +1 ponto cada. Para os solteiros pode trocar o EIRA por MAMÃE. Lembrando que empregada doméstica pode ser passadeira e outros eiras, então o que vale é a quantidade de eiras e não de pessoas.
  • CE = Cidade: Montreal = 3 pontos - Quebec = 2 pontos outra cidade no Quebec = 1 ponto; (obs: para quem é da área de informática/programação pode colocar 2.5 pontos para Quebec).
  • RF = Relação Familiar: Muito chegado aos pais e irmãos (exagero) = 4 pontos, relação normal = 2 ponto, pouca relação com a família = 0 ponto (se você não tem relação com a família ou pouca mas sua esposa tem muita, ela será usada como padrão para o cálculo.

Para facilitar, vamos colocar assim:

Coeficiente de Adaptação = CAd

PR = A, CF = B, CO = C, RF = D, EC = E, FI = F, ID = G, CE = H


Fórmula:


CAd = ((A+B)*3*(E+F+G+H)/4+(E+F+G+H)/2)/(E+F+G+H)-((C+D)*3)


Resultados:

Menos de 5 pontos = CUIDADO, PERIGO
Entre 5 e 10 pontos = RAZOÁVEL (Mas prepare-se para alguns sacrifícios e sufocos)
Entre 11 e 20 pontos = BOM (Não exagere que vai tudo bem)
Acima de 21 pontos = ÓTIMO (Planejamento é a chave do sucesso)

Mesmo com a formula (como se fosse a resolução dos problemas de todos.... kkkkkkkk) muita coisa é subjetiva, pois nós realmente não nos conhecemos como verdadeiramente somos e sempre nos achamos melhores do que realmente somos, natureza humana. e Lembrando ainda que o resultado da fórmula pode mudar de acordo com o tempo, por exemplo se você for apenas gastando e gastando e ficando tranquilo demais (será mais uma variável... heheheheheh)

A Experiência de imigrar com certeza vai fazer você se conhecer melhor (positivamente ou negativamente falando), e você vai poder ver que você não é aquela brastemp toda que achava estando no Brasil. (rs)

Coloque essas duas variáveis subjetivas e o planejamento é essencial.

Gente, não sou matemático, se acharem algum erro na fórmula aí, me ajudem que eu troco... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, simplificar a fórmula ajuda também... ehheheheheheh. Mas a fórmula perfeita que não erra, está abaixo:


abraço

Comentários

Camila disse…
Oi amigos!
Wells? Vc fez todo este teste? Ja ja sera contratado para dar palestra sobre o Canada... rsrsrs
E vcs todos, como vao? Esperamos tê-los aqui de novo qq dia destes, o festival de verao esta bem animado e os meninos querem fazer uma nova foto aqui na arvore do lado de casa. Lembram da foto que eles tiraram ano passado? Pois é... venham logo.
Espero que esteja tudo certo por ai e depois preciso do nome da cidade dos EUA que é tax free ( preciso das dicas tb. ).
bj e fiquem com Deus
Camila
Simone disse…
Não entendi 2 coisas, se quem tem Eira no Brasil tem mais dificuldade, pq pra cada eira aumenta os pontos? tinha que diminuir não é? Outra coisa pq criança menor da menos pontos? a adaptabilidade da criança menor é muito mais facil do que a de criança maior, tudo bem uqe da um gasto maior pra que mquer trabalhar de imediato, ou algu´me fica em casa, nã ovi pro mercado de trabalho, mas não acho que tenha quer ser assim só um ponto não. Abraço
Simone disse…
Esqueci de jogar na formula, não vi kakakakak.
Déia disse…
Tudo bem, é uma verdadeira dissertação de mestrado,com escores e tudo mais, hummmm podemos até colocar um prazo de 1 ano, quem sabe para o piloto...kkkkkk
Acho q poderia incluir a distancia da Petit Ville com cidade maiores e tb o porte populacional dela, faz toda diferença...
Agora, vcs vem ou não vem nos visitar?
Bjs querido!!!
P disse…
ótimo post!
eu mesma por vezes me pergunto se não deveria ir pra alguma micro cidade...
enfim, acho que algumas coisas só saberemos "na hora", não?

bisous
p

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Desafio da Coruja Vermelha

Estudando Medicina no Canadá