Um Estrangeiro no seu País


Depois de 2 anos e meio sem voltar ao Brasil, pude voltar durante 3 semanas à trabalho, visitando cidades como Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Recife.

A primeira impressão foi estranha, muito estranha, fiquei por dois dias em São Paulo com a sensação estranha de não estar em casa, mas conhecer o lugar, como se fosse um estrangeiro num lugar tão conhecido... hehehehehehhe... As vezes até chegou a sair o inglês para falar com alguém, corrigido rapidamente.

Chegando em Brasília, vendo tantas mudanças, trânsito piorado, estranhei, fiquei inseguro e a secura que antes não me afetava, me afetou forte.

Mas no fim entendi que minha casa não é necessariamente o Brasil ou o Canadá falando-se do lugar em si, minha casa é onde minha família está, e como ela não está comigo nesta viagem, não me sinto em casa de maneira nenhuma.

Voltarei a Brasília no dia 24, veremos se a impressão muda, mas creio que não, pois a saudade que estou agora, vai aumentar e muito...

Depois de alguns dias melhorou, mas sinto saudade, muita saudade.

Pra mim hoje, casa é onde estão a Suzel, Thiago e Lulu...

Abraço

Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel. I Tim. 5:8

Comentários

Drinho e Nessa disse…
Wellington
Estamos aqui no Canadá a 25 dias e sempre que falamos com alguém da nossa família no Brasil, somos questionados se estamos com saudades... mas o sentimento é estranho, pq, como estou com a minha pretinha, naum sinto saudade de nada... rs
Posso maginar a sensação estranha.
Quando passar por Recife se quiser estamos aqui, é só falar

Um grande abraço e não se ppreocupa não daqui a pouco a saudade vai acabar
Oi Wellington,
sempre concordei com essa sua forma de pensar: lar é onde minha família está.

Demoramos para conseguir nosso cantinho e até então não conseguíamos pensar na palavra lar. Agora que estamos só nós 3, sentimos a paz que é estar com sua família.
Infelizmente essa paz só dura enquando estamos dentro de casa. Estamos procurando um outro pais para que essa idéia de lar possa ultrapassar as paredes de casa.

Um abç,
Fernanda
ENTAO VOLTA LOGO QUE ESTAMOS MORRENDO DE SAUDADES.....CRUIZ, COMO VC FAZ FALTA!
Celso Arrais disse…
Wellington,

Eu vou estar em Brasília no dia 24 pela manhã, vamos ver se nos encontramos. Me escreve dizendo aonde você vai estar. Eu acabei de receber meu nossos passapartes com o visto e um monte de papel.

Celso Arrais

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Desafio da Coruja Vermelha

Estudando Medicina no Canadá