Aos Aplicantes pelo processo Federal


Houveram Mudanças na comprovação de Língua, vejam abaixo o texto de um colega:

Tradução: Roberto Marcelo

À partir de 10/04/2010 algumas coisas em relação à comprovação do ingles e/ou francês mudarão no processo de Federal Skilled Worker e Canadian Experience Class!

Só pra resumir:
As provas de proficiênca do idioma deverão ser entregues no ato da abertura do processo, junto com o formulário preenchido. E terá apenas uma chance de provar o nível do idioma!

Traduzi pela internet o texto para ficar mais fácil de entender:

Mudança administrativa na avaliação da prova escrita como prova de proficiência em língua

Propósito

Este boletim operacional é informar os responsáveis de imigração de uma mudança administrativa sendo feita para agilizar o processo de avaliação de linguagem para a Federal Skilled Worker (FSW) e Canadian Experience Class (CEC) candidatos. Os oficiais de imigração agora só poderão ser obrigados a examinarem as provas de proficiência em língua prevista no momento da aplicação.

Fundo

A opção de fornecer um documento escrito como prova de proficiência em língua era destinado apenas para os candidatos cuja proficiência em língua não estava em causa, como os candidatos cuja língua materna é o Inglês ou Francês. No entanto, muitos candidatos cuja língua materna não é nem o francês nem o Inglês optar por prestar provas escritas outras das suas competências linguísticas. Muitas vezes, esses requerentes não respondem adequadamente demonstrando a sua competência através de prova escrita de que eles fornecem.

RIM 016 de 9 de fevereiro de 2004, instruiu os oficiais de imigração para oferecer estes candidatos a oportunidade de apresentar os resultados de um teste de idioma designado dentro de um determinado período de tempo, se seus anteriores não provaram os níveis de proficiência exigido. Seção de 10,10 OP 6 [ PDF, 280 Kb] foi alterada em 28 de outubro de 2004, para incluir esta instrução.

Um dos objectivos do Plano de Ação para a imigração é mais rápido para processar casos FSW no prazo de 12 meses.

Para alcançar este objetivo, é necessário racionalizar avaliação de linguagem e eliminar o tempo gasto a comunicar com os candidatos sobre a questão da proficiência linguística.

Mudança de Administração

Para pedidos recebidos em ou após 10 de abril de 2010, os oficiais vistos só serão obrigados a considerar as provas de proficiência em língua prevista no momento da aplicação. Se o candidato optar por prova escrita de proficiência em outra língua, as provas apresentadas devem demonstrar claramente que preenchem as competências linguísticas reivindicada para FSW ou exigido para CEC. Se as provas apresentadas não são suficientes, os candidatos FSW só será atribuído o número de pontos demonstrado pelo material apresentado, e os candidatos a CEC podem ter seus pedidos indeferidos se o requisito mínimo não foi demonstrada.

A instrução na seção de 10,10 OP 6 [PDF, 280 Kb] no sentido de que os oficiais vistos oferecerá aos requerentes uma segunda oportunidade de apresentar provas conclusivas de proficiência na língua, ou seja, uma avaliação por um organismo designado ou instituição, não se aplica aos pedidos recebidos em ou após 10 de abril de 2010. OP 25 [PDF, 255 Kb] também será alterada para reflectir esta mudança administrativa.

O pré-aviso está sendo comunicada hoje aos candidatos através do site do CIC e as guias do requerente, a fim de assegurar a execução eficaz dessa mudança. Cartas para o efeito também estão sendo enviados para as organizações representativas de imigração.

O período de tempo entre a notificação e 10 de abril de 2010, é suficiente para os candidatos a tomar conhecimento desta alteração. Como resultado, após essa data, os candidatos deixarão de ter qualquer expectativa de uma segunda oportunidade de apresentar provas conclusivas e os oficiais do visto pode processar pedidos mais rapidamente.

abraço

Na verdade é já realmente uma falta entre vós, terdes demandas uns contra os outros. Por que não sofreis antes a injustiça? Por que não sofreis antes o dano? - I Cor 6:7

Comentários

Fábio Luiz disse…
Oi Wellington,

de novo parabéns pelo blog.
Essa "novidade" tem alguma coisa a ver com quem está aplicando por Québec?
Lupatinadora disse…
Oi Wellington,

Enviamos nossos documentos iniciais ontem. Agora o processo federal vai primeiro pra um escritório central em Sydney na Nova Scotia - nesse momento não é necessário enviar o resultado dos exames de línguas. Mas na hora que chegar o pedido dos documentos, a pessoa tem os 4 meses pra enviar tudo para o consulado de SP (incluindo teste de idiomas) sem choro nem vela. Por isso, pra quem tem dificuldade com a língua, a dica é fazer o IELTS (no caso do inglês) antes para ter certeza de que terá pontos suficientes no federal. Quem me falou isso foi a Maura do consulado quando estive lá na semana passada.

No nosso caso temos 9 pontos a mais do que os 67 mínimos e meu maridão gabaritou o TOEFL quando fez pro mestrado ano passado, então estamos tranquilos (e com IELTS marcado para 26/6)!

E vamo que vamo!

http://dofornoparaofreezer.blogspot.com
Wellington disse…
Fábio, não pois o Quebec seleciona de uma maneira diferente... obrigado pela visita...

Postagens mais visitadas deste blog

50 profissões que o Canadá deseja

Imigração - Propaganda

Mais Detalhes sobre a imigração pro Canadá