Emprego - CV Adaptado à Vaga



Procurar emprego no Canadá é uma arte, são tantas variáveis para se preocupar que as vezes perdemos o fio da meada, vou pontuar alguns aqui, de experiências que passei, de outras que amigos passaram e do que tenho ouvido de alguns empregadores:

Os pontos são basicamente esses:

1) CV - Adaptado à vaga
2) Experiência Canadense
3) Procurando no lugar certo
4) Não acredite em tudo que lê em blogs (kkkk, neste também), pesquise, nem acredite em tudo o que alguns órgãos de preparação de CV falam

Então vamos passar ponto por ponto, hoje vou abordar o primeiro tópico e os outros faço em postes diferentes:

1 - CV Adaptado à Vaga

Sempre leia todos os pontos descritos na vaga que te interessa, e tente adaptar seu CV colocando estes pontos em primeiro lugar. O entrevistador vendo os pontos logo na primeira página vai se interessar e ler o resto.

Não saberia responder como funcionariam outras vagas, mas vou dar um exemplo, que o CV deve ser mostrado de uma maneira diferente. Quando cheguei ao Canadá fiz o famoso curso de procura de emprego onde eles ensinam a montar um CV, ensinam como correr atrás das vagas que não aparecem nos classificados e anúncios de emprego.

A primeira regra que furou na minha área (Gerência de Projetos) foi a que o curriculum deve ter apenas 2 páginas não mais que isso. Furada pra mim... vi que meu CV não estava tão atraente para os recrutadores e pela graça de Deus uma recrutadora me entrevistou e disse que precisava mudar tudo no meu CV.

Ela disse que esse negócio de 2 páginas no CV é coisa de quem não está na área e não sabe o que o empregador quer. Sinceramente, depois dessa eu diria que os CV's padrões são para quem procuram vagas mais básicas, onde vale mais conhecimento teórico e não a experiência, ou em alguns casos mesmo, os chamados sub-empregos.

Depois que mudei meu CV, as vagas começaram a aparecer...

No caso de gerência de projetos por exemplo, não se pode ser nem um pouco humilde no CV... hehehehehehehe, tem que colocar toda a sua experiência em detalhes, imagine isso em 2 páginas? Fonte Arial 5 e mande uma lupa junto para o empregador poder ler.



Outra regra furada foi o tal do "cold call", onde você liga para as empresas oferecendo seus serviços. Além de achar isso muito chato, com certeza na minha área não funcionaria.

Vi também que no meu caso, as vagas da minha área estão nas mãos de recrutadores chaves que não são muitos, então fui atrás deles, com a grande ajuda de um amigo.

Cada profissão tem sua particularidade, é preciso sim (e isso acho um pouco difícil) achar a fonte de informação da minha profissão. Talvez fazer um curso na sua área aqui para conhecer os termos e pessoas ligadas a ela é uma idéia.

No tópico da experiência canadense vou falar um pouco sobre como conseguí-la.

abraço

Vigiai, estai firmes na fé; portai-vos varonilmente, e fortalecei-vos. I Corintios 16:13

Comentários

Olá, bom dia, adorei seu post, pois trabalho com gerência de projetos, mas me sinto muito despreparada quando penso em um trabalho no exterior. Vc poderia dar dicas de estágio, empresas, livros, algo que pudessse me posicionar, mesmo que basicamente em nivel Canadá. Abs e obrigada.
Olá, Bom dia, adorei seu post, pois trabalho com gerência de projetos, mas me sinto muito despreparada quando penso em um trabalho no exterior. Vc poderia dar dicas de estágio, empresas, livros, algo que pudessse me posicionar, mesmo que basicamente em nivel Canadá. Abs e obrigada.
Olá, bom dia adorei seu post, pois trabalho com gerência de projetos, mas me sinto muito despreparada quando penso em um trabalho no exterior. Vc poderia dar dicas de estágio, empresas, livros, algo que pudessse me posicionar, mesmo que basicamente em nivel Canadá. Abs e obrigada.
Obrigada pelas dicas...vou ler cada uma com muito carinho!
Abraços
Darlene
Obrigada pelas dicas
serão muito uteis
vou ler cada uma com enorme carinho
Bjos
Darlene

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Desafio da Coruja Vermelha

Estudando Medicina no Canadá