Procurando Emprego


Talvez o mais temido tema para os novos imigrantes (para os velhos também) é chegar aqui e conseguir emprego, entrar no mercado de trabalho, etc. 

Creio que a primeira coisa a fazer antes de vir pra cá e esgotar todas as fontes de pesquisa sobre a profissão desejada, incluindo a observação da experiência de outros nesta caminhada um tanto, quando não difícil, bem desconfortável.

Mesmo com as pesquisas que fiz, creio que fui muito superficial na hora de procurar emprego aqui e acreditei no que me disseram logo de pronto, isso inclui declarações de órgãos do governo que ajudam a procurar emprego. Na verdade só amadureci neste quesito de procura de emprego depois da ajuda de alguns amigos que penaram bem mais que eu.

Um detalhe que me custou muitos nãos foi o curriculum. O organismo de ajuda na procura de emprego e posts sobre o assunto e mesmo amigos afirmavam que o CV não pode ter mais que duas páginas e foi assim que procedi durante bastante tempo aqui, no máximo duas páginas, tenho que compactar tudo dentro delas.

DOCE ENGANO, e aprendi da pior maneira, numa entrevista de emprego ouvi do recrutador que meu CV não mostrava o que eu estava falando na entrevista. Então perguntei, mas como coloco isso em duas páginas, ela respondeu o seguinte: - Não existe esse negócio de duas páginas, quem te falou isso não está no mercado, isso é coisa de órgão do governo, mas os recrutadores querem saber toda sua qualificação para a vaga que está sendo proposta.

Durante a conversa pude observar outros pontos e cheguei á seguinte conclusão:

1) Você não pode ter apenas um CV. Seu CV deve se adaptar à vaga que pretende aplicar, ou seja, dependendo da vaga, um CV por vaga.

2) O tipo de CV que vai utilizar depende da profissão que você está aplicando, alguns CV's vão exigir um detalhamento mais completo das atividades que você exerceu, imagina colocar isso em duas páginas.

3) Por incrível que pareça, dependendo da vaga que vai aplicar será necessário tirar algumas informações como um doutorado por exemplo. Principalmente se está aplicando para uma vaga menos badalada da que você está acostumado.

Fazer um curso na sua área aqui conta bastante também, já vi pessoas multiplicarem as ofertas de emprego simplesmente porque fez um curso aqui (neste caso de 6 meses).

Outro detalhe que já foi mencionado nos "cursos" de procura de emprego e só agora pude viver isso na prática é que mais de 70% das vagas não estão nos jornais, internet ou divulgadas em qualquer fonte, mas sim estão nas redes de relacionamento. E o que percebi que quase todas as vagas que apliquei o recrutador foi conferir no meu perfil do LinkedIn (www.linkedin.com), o que me fez deixá-lo sempre atualizado e completo.

Prestar atenção aos detalhes que a mesma vaga sempre pede, por exemplo uma certificação X pode te colocar no mercado e tentar achar onde suas vagas são mais divulgadas, tenho visto por exemplo que algumas vagas são mais divulgadas entre os recrutadores e menos em jornais ou sites de emprego.

Resumindo, o tipo de curriculum que você vai usar e a informação que nele vai estar vai depender da vaga, da profissão e até mesmo de quem está te entrevistando (Empresa, recrutadores, terceiros, etc). O Network é importantíssimo (então inglês e francês na ponta da língua). Não acredite em tudo que vê e ouve como absoluto, adicione as várias informações ao seu conhecimento, mas viva a profissão você mesmo, assim poderá ir corrigindo detalhes para chegar ao objetivo mais rápido. Procure o tipo de CV que mais se adapta à sua profissão e não tenha medo de mudá-lo sempre que precisar.

Venha preparado o máximo possível para diminuir o tempo de sofrimento e venha preparado o máximo possível caso tenha que utilizar o plano B ou C ou D. 

É isso aí pessoal, Deus abençoe na procura e na preparação

abraço

Prepara de fora a tua obra, e aparelha-a no campo, e então edifica a tua casa. Provérvios 24:27

Comentários

Bem, bacana ler essas dicas! Eu e meu marido estamos no Brasil com o processo em andamento e emprego é nossa grande preocupação.

Postagens mais visitadas deste blog

Imigração - Propaganda

Estudando Medicina no Canadá

Desafio da Coruja Vermelha